Caspa

Não se sabe exatamente o que provoca a caspa. Alguns médicos acreditam que ela é o resultado da produção de oleosidade excessiva; outros acham que, pelo contrário, é a insuficiência dessa oleosidade, pelas glândulas sebáceas no couro cabeludo.

Alguns dermatologistas sugerem que ela é causada por uma infecção, e já se isolou um fungo que parece proliferar em uma combinação de sebo e células mortas da pele.

Caspa - O que dizem as medicinas alternativas

MÉTODOS NATURAIS

Auto-ajuda. Recomenda-se iogurte feito com bacilos vivos. Lave normalmente o cabelo e em seguida espalhe o iogurte por todo o couro cabeludo, massageando muito bem.

Deixe agir durante 10 a 15 minutos. Enxágue bem e volte a lavar usando muito pouco shampoo. No último enxágue pode-se utilizar uma infusão forte de tomilho, urtiga ou sálvia com duas colheres de sopa de vinagre.

Consulta. Um especialista lhe dirá o que a caspa pode indicar a existência de toxinas no organismo ou deficiência alimentar, desequilíbrio nos níveis de minerais ou de oligoelementos. Recomendara também uma dieta variada de frutas e legumes frescos, cereais integrais e germe de trigo, óleos vegetais e alimentos de elevado teor de proteínas, tais como carnes magras e frutos do mar.

Devem ser evitados o açúcar e os amidos, álcool e os alimentos ricos em gorduras ou muito condimentados.

PLANTAS MEDICINAIS

Para massagear o couro cabeludo depois de lavado com shampoo, utilize infusões de alecrim ou alfazema, o aplique algumas gotas de óleos essenciais destas plantas no couro cabeludo, massageando bem.

Como alternativa, ferva 15g de folhas de sálvia em 1 litro de água durante 5 minutos.

Deixe macerar durante outros cinco minutos e em seguida use com massagem do couro cabeludo

Caspa - O que dizem os médicos

Provavelmente o médico recomendará lavar o cabelo com shampoo neutro, alternando com shampoo terapêutico, o que se pode comprar nas farmácias. Ele provavelmente aconselhar ainda, que não se use tinturas capilares muito fortes e cremes perfumados, bem como brilhantinas e outros produtos capilares oleosos, como, por exemplo, os fixadores.

Fonte: Dicionario de medicina natural -  Reader´s Digest

Solicite mais informações sobre Convênio médico


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WhatsApp chat