Convênio Médico

Convênio Medico - tudo sobre o assunto

Convênio médico é uma realidade difícil no Brasil. A maior parte da população não podem arcar com os custos de consultas, exames e tratamentos sem recorrer aos planos e seguros médicos. No entanto, como muitos outros serviços oferecidos para o consumidor, é preciso ficar de olhar e analisar as ofertas antes de fazer sua opção. É importante estar atento aos detalhes do plano e às regras que regem os convênios médicos, para fazer valer os seus direitos.

Convênios Médicos - Plano de saúde ou seguros saúde?

Os convênios Médico no Brasil pode ser contratados através de seguro saúde e de plano de saúde. No caso dos seguros saúde, eles são regidos pela legislação de seguros e fiscalizados pela SUSEP, a Superintendência de Seguros Privados. Já os convênios Médicos popularmente chamados de plano de saúde, o usuário contrata uma série de serviços e direitos, especificados por escrito, regulamentados por leis específicas e fiscalizados pela ANS, a Agência Nacional de Saúde.

Nos dois casos,  é fundamental estabelecer suas necessidades, objetivos e capacidade de pagamento e analisar os contratos oferecidos para fazer a melhor escolha. Pesquise as ofertas e procure referências com amigos e conhecidos. Também  é útil consultar, por exemplo, o Procon de sua cidade – um índice alto de reclamações e problemas sinaliza possíveis dores de cabeça quando você precisar acionar seu convênio.



GoogleBingFacebookYahooOutros

Convênios Médicos - De olho nos contratos

Ao analisar um contrato de convênio médico, observe os prazos de carência para os procedimentos, quais as coberturas oferecidas, valores das mensalidades, datas e estimativas de reajustes, entre outros aspectos relevantes para você. Um dado importante é que, por lei, as operadoras de convênio médico podem reajustar as mensalidades de acordo com as faixas etárias.

Os contratos de convênio médico também devem ser bastante claros, sobre quais procedimentos e coberturas você está contratando, e mais claros e completos  quanto às exclusões e itens que não são cobertos.

Adquirindo seu convênio médico

Como existem centenas de  empresas operadoras de plano de saúde, no Brasil e uma enorme rede de prestadores de serviços, entre médicos, clínicas, hospitais, laboratórios e outros profissionais, é importante ter paciência e disciplina na hora de adquirir seu plano ou seguro saúde. Existem ofertas de convênio online bem como um grande número de vendedores em postos de venda ou autônomos.

A lei diferencia os contratos de acordo com vários critérios: se são individuais ou em grupo e, se em grupo, se são pagos integral ou parcialmente pelo patrão ou se o beneficiário é quem arca com as mensalidades. A cobertura também pode variar: pode ser a cobertura integral do chamado Plano Referência ou pode ser a cobertura integral por segmento (por exemplo, ambulatorial, hospitalar, hospitalar com obstetrícia (parto) e outros tipos de cobertura). Os planos também podem ter cobertura apenas no município, no estado ou em todo território nacional.

Por lei, atualmente as operadoras de convênios médicos e sua rede de atendimento estão proibidas de suspender internações, não podendo haver limitações de dias cobertos, mesmo em UTI.

Convênio médico - Detalhes importantes

As operadoras de convênio médico, podem rescindir os contratos quando for constatada fraude por parte do beneficiário e quando houver atraso nas mensalidades superior a 60 dias, consecutivos ou não, nos últimos 12 meses de vigência de contrato. O consumidor tem que ser notificado até o 50º dia de inadimplência. Por isso, é importante que o plano atenda suas necessidades, mas também caiba no seu bolso.

Pesquise os preços e coberturas, informe-se sobre o atendimento com parentes, colegas e agencias como o Procon. E faça a escolha certa!

Lembre-se visitar nosso site para se manter, atualizado sobre modificações legais, notícias relevantes e dicas para usufruir melhor de seu convênio médico.

WhatsApp chat