Dentes e gengivas

Por sobreplanos em

Dentes e gengivas

Todos nós sofremos ocasionalmente dores de dentes. As duas doenças da boca mais comuns são cáries dentárias e a gengivite (inflamação das gengivas, que se torna de cor rosa-viva, sangrando com facilidade). A cárie dentária pode começar na infância e prolongar-se ao longo da vida. A gengivite também pode ocorrer muito cedo aos cinco ou seis anos ou até menos. Outro problema incômodo doloroso é o abscesso dentário, acumulação de pus no tecido que circunda a raiz de um dente. Todas estas situações podem ser evitadas ou aliviadas, indo-se ao dentista duas vezes por ano e tomando-se os cuidados com os dentes.

Cuidados com os dentes e gengivas

Um dos meios mais eficazes para cuidar dos dentes, foi criado nos anos 50 por um patologista norte-americano chamado Charles C. bass. O método Bass, para escovar e usar o fio dental nos cuidados com os dentes tem por principal objetivo combater a placa bacteriana, uma substância formada por saliva, bactérias e resíduos de alimentos, que se acumulam predominantemente na orla dos dentes e gengivas e que constituem, a principal causa das doenças das gengivas. Para remover a placa os dentes devem ser escovados durante 3 minutos de manhã ou à noite com pasta de dentes contendo flúor e durante um ou dois minutos em outras horas do dia. Ponha uma pequena porção de pasta de dentes em uma escova com uma cabeça pequena e chata e com pelos de nylon (cerdas macias); não morde a escova, a saliva fornece toda a umidade necessária, e pasta e espuma em excesso só dificulta o processo de limpeza.

No entanto nem mesmo uso regular de escova consegue fazer desaparecer a placa que se forma entre os dentes e gengivas. Como complemento da lavagem passe fio-dental por entre os dentes uma vez por dia durante alguns minutos. Algumas pessoas podem achar difícil à limpeza por esse processo e, principalmente se tiver em intervalos grandes entre os dentes poderão usar pequenas escovas próprias (intra-dental) que existem à venda nas farmácias e em diversos tamanhos.

A placa bacteriana e quase invisível, mas pode ser vista pela utilização de corantes artificiais denominados “reveladores de placa bacteriana”.

Outros tratamentos alternativos.

Plantas medicinais – ouve-se dizer que os dentes deteriorados devem ser tratados por um dentista, que faz obturações ou outros tratamentos apropriados. No entanto, os fitos terapeutas creem que as doenças da boca podem ser um sinal de saúde precária, tornando recomendáveis alterações de dieta, tais como comer menos açúcar e menos doces. Podem ser receitados elixires ou tinturas de calêndula, mirra e sálvia para fortalecimento das gengivas e desinfecção geral da boca.

Homeopatia – para um abcesso dentário agudo, que se apresenta vermelho, inchado e latejante, tente belladona 200 de hora em hora. Logo que eu pus comece a drenar para fora, tome silicea. Para um caso menos grave ou um abscesso crônico tome hepar sulphuris 30 ou 200. Recomenda-se silicea quando abscesso começa a supurar.

Antes e depois da extração de um dente, sugere-se arnica 30, para tentar reduzir o choque, a hemorragia e o risco de infecção.

Tome de hora em hora durante 3 horas antes da extração e de três a quatro horas depois de extraído o dente.

Se, depois da extração, ficar algum fragmento de dente ou de osso, no interior da gengiva use silicea seis, tomando quatro vezes ao dia poderá ajudar a trazê-lo a superfície.

Se ainda houver dor, o hipericum 30 é considerado eficaz. Complementarmente pode-se bochechar com Tintura-mãe de hipéricum; dez gotas, em meio copo pequeno com água fervida, ainda morna, para aliviar o mal-estar e apressar a cura. Essa mesma tintura, assim diluída, pode também ser usada em caso de gengivas inflamadas e doloridas.

Para dentes sensíveis ao frio depois de um tratamento dentário, dente camomila 6, quatro vezes ao dia durante dois ou três dias. Nos casos de hemorragia dentária, quando há bastante sangue vermelho-vivo, deve-se tentar phosphorus 30. Tome três doses de 10 em 10 minutos e depois de hora em hora de acordo com a necessidade

O que dizem os médicos

os dentes devem ser limpos regularmente, escovar e usar fio dental, e consultar sempre o dentista, se os dentes e gengivas doem, ou se elas começarem a sangrar.

Fonte: Dicionario de medicina natural -  Reader´s Digest

Solicite mais informações sobre Convênio médico


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *