Bruxismo

Por sobreplanos em

Bruxismo

Dentes desalinhados ou falta de dentes, mordida irregular ou qualquer outra fonte de pressão anormal sobre as articulações dos maxilares são normalmente responsáveis por esse sintoma noturno, denominado bruxismo.

As duas articulações do maxilar, situadas diante dos pontos médios dos ouvidos, ligam os ossos do maxilar inferior (ou mandíbula) aos ossos temporais do crânio. Os movimentos principais das articulações são para cima e para baixo, o que permite abrir e fechar a boca; mas o maxilar também pode mover-se lateralmente, como ocorre na mastigação. Quando as articulações estão sobre pressão, os músculos do maxilar contrai-se e ficam tensos, fazendo com que os dentes ranjão durante o sono

Os problemas causados pelo bruxismo

A semelhança de outros problemas, como a artrite e as lesões do maxilar, o bruxismo pode vir a provocar problemas na articulação do maxilar, a chamada disfunção temporomandibular da articulação. Entre os sintomas, podem-se incluir, estalos e dores no maxilar e, às vezes dores reflexas como por exemplo, dores de cabeça, de ouvido, sinusite, garganta ou glândulas do pescoço inflamadas ou até mesmo dores nos ombros.

Se a tensão produzida pelo bruxismo persistir sem que se faça qualquer tratamento, poderá surgir artrite nas articulações temporamandibulares. O maxilar pode ocasionalmente deslocar-se. 

Mas, na maior parte dos casos, o deslocamento deve-se a uma violência repentina, como uma pancada no maxilar quando a boca está aberta, a pancada por trás em um acidente de automóvel ou até mesmo em um espasmo muscular súbito, quando se boceja.

O maxilar fica preso em uma posição anormal, não se consegue abrir ou fechar completamente a boca e pode se sentir maxilar inferior um pouco mais avançado do que o normal.

O maxilar deslocado precisa ser tratado por um ortodontista, mas as terapias alternativas poderão ajudar a eliminar a causa e a do subsequente.

O que dizem os médicos sobre o bruxismo

Se você deslocar o maxilar, o seu dentista poderá manipulá-lo para trás, exercendo pressão para baixo nos molares, com os polegares, enquanto levanta o queixo com os outros dedos. Isso irá resolver os espasmos e a tensão muscular e permitir que a articulação volte a posição normal. O deslocamento enfraquece os ligamentos que mantém as articulações no lugar. É possível, portanto, que você volte a deslocar o maxilar novamente situação que exige cuidados. 

Se você tiver dores em uma ou em ambas as articulações do maxilar, ou dor de cabeça quando mastiga, consulte o seu dentista para certificar-se de que os dentes e a mordida são regulares.

Se não forem, ele poderá tratar os dentes para que você não tenha artrite nas articulações e para aliviar o das dores de cabeça e outras dores associadas. Se a dor for muito forte, um analgésico o anti-inflamatório deverá ajudar.

Fonte: Dicionario de medicina natural -  Reader´s Digest

Solicite mais informações sobre Convênio médico


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *