Varizes

Por sobreplanos em

Varizes

– Esclarecendo sobre as Varizes :

 As veias tem válvulas unidirecionais que impedem que haja o contra fluxo de sangue. Nas veias das pernas, por exemplo, a ação dos músculos, quando caminhamos, ajuda a impulsionar o sangue para cima, contra a força da gravidade, enquanto as unidirecionais, que só abre para cima, evitam que o sangue e reflua para os pés.

Mas a ocasiões em que essas válvulas se deterioram e debilitam, deixando de funcionar de maneira adequada.

A esse transtorno se dá o nome de insuficiência venosa, causa principal das varizes; dilatação permanente das veias que faz com que elas aumentem e adquiriram cor azul-escuro.

As veias superficiais das pernas são as mais afetadas. Mas o reto pode se tornar varicoso ( v. hemorróida).

As varizes das pernas são comuns a partir da adolescência, sendo particularmente frequente durante a gravidez. Mas se forem pequenas, podem não provocar sintomas significativos. Mas se forem extensas, provocam dores nas pernas, principalmente quando se fica muito tempo de pé, e os tornozelos podem inchar.

As pessoas que passam longos períodos em pé, são especialmente suscetíveis e a obesidade pode ser um fator agravante.

As varizes podem ficar inflamadas, causando dor e vermelhidão, situação conhecida por flebite. Por vezes, formam-se coágulos sobre a forma de nódulos duros nas veias. Se a circulação se tornar muito deficiente, o fornecimento de sangue a pele poderá ser inadequado, desenvolvendo-se então úlceras varicosas (na pele)

Varizes - o que dizem as medicinas alternativas

MÉTODOS NATURAIS

Auto ajuda. são aconselháveis banhos ou as porções de água quente e fria. Recomenda-se exercício, que se evite ficar longos períodos em pé e que se tente relaxar, com as pernas levantadas sobre uma almofada, principalmente à noite, antes de dormir.

Consulta. Podem-se recomendar alterações na dieta, principalmente se a pessoa tiver excesso de peso. Poderão ser ainda sugerido suplementos, tais como vitaminas C e E, rutina e lecitina.

Varizes - o que dizem os médicos

Não é possível reparar as válvulas venosas lesadas. Por isso, os médicos aconselham as pessoas a ativar a circulação fazendo exercícios físicos regular e usando meias ou colantes elásticos.

Deve-se evitar ficar de pé durante muito tempo, bem como sentar de pernas cruzadas. Uma alimentação rica em fibras ajudará a evitar prisão de ventre, eliminando assim qualquer obstrução do fluxo sanguíneo na região pélvica, onde o reto faz pressão sobre os vasos sanguíneos.

O médico poderá sugerir que as veias afetadas, sejam tratadas com injeções de substâncias como a etanolamina, o que provoca uma constrição.

Em casos mais graves, pode ser necessário uma intervenção cirúrgica para remover as veias, através de incisões na perna.

Fonte: Dicionario de medicina natural -  Reader´s Digest

Solicite mais informações sobre Convênio médico


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *