Febre amarela em SP

Porsobreplanos

Febre amarela em SP

Procura por vacina da febre amarela aumenta, e faz cidades exigir comprovantes de residência.

Apos invasões de moradores de cidades vizinhas, em postos de saúde; algumas cidades tem tomado a atitude de solicitar comprovante de residência, das pessoas que estão nas filas aguardando, para tomar vacina contra febre amarela em SP.

Este é o caso do município de Mairiporã, na região metropolitana de São Paulo; é comum encontrar nas filas intermináveis, pessoas de Guarulhos, Itaquaquecetuba, São Paulo, entre outras cidades.

A cidade já decretou estado de calamidade, e tomou decisão de vacinar apenas moradores que comprovem endereço na cidade.

Apesar de o município ter apenas 95 mil habitantes, a cidade já registrou ter vacinado mais de 97 mil pessoas, e as filas não acabam.

Segundo o prefeito da cidade, em um dos dias de vacinação no distrito de terra preta; somente 12 das 800 pessoas vacinadas, eram residentes em Mairiporã.

Mairiporã esta em caso de epidemia, a cidade tem atualmente 57 casos registrados suspeitos de febre amarela; e destes total 80% são da cidade, e outros são de visitantes, motivados principalmente pelas festa de final de ano.

Corrida nas cidades do interior

Outro caso parecido, é o do município de Atibaia, no interior de São Paulo, que a partir desta data; adotou também o procedimento de exigir que a pessoa comprove ser morador da cidade, já que foram vacinadas 140 mil pessoas nos postos de vacinação; mas segundo o IBGE no município existe apenas tem 138 mil habitantes.

A cidade esta na área de recomendação de vacinação, e já contabiliza 2 mortes por febre amarela.

Segundo informações da prefeitura local, Além da exigência  do comprovante, as equipes da vigilância epidemiológica e da secretaria de saúde irão percorrer os vários bairros da cidade visitando às casas afim de confirmar que todos os moradores da cidade receberam a vacina.

Já em algumas cidades, também do interior do estado como Limeira, a procura por vacina contra febre amarela em SP mais que dobrou.

Na cidade de Piracicaba, na primeira quinzena de janeiro, a vacinação aumentou quase 200%; e em outra cidade a de Capivari o estoque de vacinas esgotou nesta quarta-feira.

Já em Rio Claro, também no interior de São Paulo; há uma preocupação ainda maior; pois a cidade esta com alto índice de larvas do mosquito Aedes e a prefeitura esta intensificando as ações para o combate, pois ele é o agente transmissor.

Os moradores estão fazendo fila para tomar vacina contra febre amarela, e a prefeitura está reforçando o trabalho de conscientização de porta em porta.

Veja onde se vacinar contra a febre amarela em SP – Postos de vacinação

Leia mais sobre este assunto no |Blog da Saúde – acesse

Sobre o autor

sobreplanos administrator

Deixar uma resposta